SIP São Paulo

Trabalho Autônomo → Seja o Seu Próprio Patrão

Quer virar um empreendedor e abrir o seu próprio negócio, mas não sabe por onde começar? Não se preocupe, você não está sozinho.

Dada a nova realidade econômica no país, muitas pessoas passaram a visualizar o “trabalho autônomo” como uma solução para o desemprego.

Mas a decisão de começar um negócio independente, não aparece na cabeça das pessoas somente por esse motivo.

Pois diversas pessoas escolhem o trabalho autônomo, no intuito de lucrar e investir na área em que desejam.

Contudo, não importa qual seja a motivação, ser o seu próprio patrão é muito vantajoso (começando pela margem de lucratividade).

Quer saber como empreender de maneira correta e descomplicada? Então confira algumas dicas empreendedoras nos parágrafos abaixo!

Identifique o negócio certo para você

Para identificar o mercado certo para atuar, é necessário que se dê a permissão de explorar novos negócios.

Ou seja, que esteja disposto e com a mente aberta para procurar novos objetivos dentro de si mesmo.

Então, pergunte a si mesmo: Qual é o negócio certo para mim? Em qual mercado eu atuaria bem?

Depois de ter respondido às perguntas, foque nas três abordagens mais comuns na vida empreendedora:

  • Coloque em prática o que já sabe: Olhe para o trabalho que você já fez em outras empresas, encontre as habilidades que já desenvolveu e pense uma nova maneira de utilizá-las em seu negócio;
  • Aprenda com os outros: Antes de investir em seu negócio, conheça outras empresas para ter como exemplo. Aprenda com eles, procure fazer algo diferente e inovador;
  • Planeje-se e sonhe com o pé no chão: Antes mesmo de começar suas ações, será necessário que coloque no papel, todos os planos que almeja aplicar em seu negócio. Essa é a hora de traçar metas e idealizar.

Se você optar por vender produtos, antes mesmo de sair gastando todo o seu dinheiro com isso, certifique-se de adquirir muito conhecimento.

Pois se você investir no “escuro”, poderá ter prejuízos em vez de retornos lucrativos.

Conheça o seu público alvo

Antes de gastar dinheiro, descubra se as pessoas realmente comprarão seus produtos ou serviços.

Avalie portanto, quem comprará sua mercadoria, qual é o tamanho do seu mercado-alvo e quem são seus clientes.

Será que seu produto ou serviço é relevante para a vida cotidiana? Caso não seja, pense em uma maneira de torná-lo.

Aplique seu plano

Um plano de negócios, ajuda a ganhar clareza, foco e confiança.

Conforme você anota seus objetivos, estratégias e etapas de ação, seu negócio se torna real.

Quando estiver elaborando a sua própria estratégia, pergunte a si mesmo:

  • O que estou construindo?;
  • Qual é a promessa que estou fazendo para os meus clientes?;
  • Quais são minhas táticas e planos de ação para atingir meus objetivos?.

Sabendo responder todas essas perguntas, você poderá estar preparado para abrir o seu negócio e colocar todo o plano em ação.

Tudo isso é muito importante, pois poderá evitar com que seu dinheiro e tempo sejam desperdiçados.

Organize suas finanças empresariais

Como empreendedor, sua vida pessoal e vida de negócios estarão interconectadas.

Coloque em mente que você provavelmente será seu primeiro – e possivelmente único – investidor.

Portanto, ter uma compreensão detalhada de suas finanças pessoais e separá-las de suas despesas empresariais, será mais que necessário.

Para uma melhor organização, abrir uma conta comercial separada de sua conta pessoal, é recomendada.

Pois dessa forma, a visualização de suas despesas e lucros ficam mais claras no final do mês.

Propague os seus serviços

Assim que você já estiver certo de sua escolha e investir em seu negócio, foque em encontrar maneiras de atrair clientes.

Saiba que isso não é tão difícil, as redes sociais como: Twitter, Facebook e Instagram, são ferramentas eficazes para chamar a atenção do público.

Mesmo sendo uma maneira fácil de atrair interesse social, não subestime o poder de outros métodos.

Vale lembrar que o “marketing boca-a-boca”, panfletos com propagandas e indicações, sempre funcionaram no país, independente do mercado.