SIP São Paulo

Procrastinação → Saiba Como Vencer e Começar os Seus Projetos

Neste momento, milhões de pessoas estão adiando algo importante.

Quer se trate de uma pilha de roupa suja ou de uma conversa difícil, todos evitamos alguma ação ou atividade de vez em quando.

Na verdade, algumas das pessoas mais talentosas do mundo — como Bill Clinton e Margaret Atwood — são notórios procrastinadores.

Podemos visualizar isso como algo natural, mas se a procrastinação crônica tiver um grande impacto em sua vida, significa que não está no caminho certo.

Então, para mudar a atitude, quais truques podemos usar? Confira a seguir, mais informações sobre o comportamento procrastinador, assim como dicas para diminuí-la.

Prazo das atividades

Uma pesquisa já realizada sobre o assunto, mostra que as pessoas adiam as suas atividades, devido aos longos prazos cabíveis a elas.

Portanto, para evitar a procrastinação neste caso, comprometa-se às atividades com prazos médios ou curtos.

Pois como é possível ver na pesquisa, qualquer pessoa é mais propensa a atingir metas, quando as atividades dependem de um tempo menor de entrega.

Mudança de perspectiva

Para um procrastinador nato, prazos menores não são o suficiente para abolir o comportamento.

Pois se há algo que você realmente não quer fazer, não importa o quão próximo seja o prazo, definitivamente você não realizará.

Pesquisadores descobriram que, para as pessoas suscetíveis a esse tipo de conduta, o foco na motivação é mais eficaz do que o critério de prazos.

Divisão de trabalhos

As distrações e a procrastinação andam de mãos dadas, pois a realização das atividades ficam impossíveis quando não conseguimos nos concentrar.

Para combater isso e encontrar mais foco, tente uma técnica chamada “timeboxing”.

Para ajudá-lo a distribuir atenção em cada atividade e aumentar o seu foco, também existem outras estratégias. Veja:

  • Meditação;
  • Técnica Pomodoro;
  • Técnica do coração;
  • Técnica da tangerina (por Paul Scheele);
  • Técnica dos pés (por Olivia Fox Cabane).

Cada técnica possui uma prática diferente, mas todas podem lhe incentivar a resistir às distrações, possibilitando a efetivação de suas tarefas.

Pense em seu “eu” no futuro

Alguns acadêmicos hipotetizam que um procrastinador, prioriza a conveniência para o seu “eu presente” e deixa a mão de obra para o seu “eu futuro”.

Então, da próxima vez que você se pegar à beira desta realidade, considere a troca imediatamente.

Quase todo mundo procrastina de vez em quando, até mesmo pessoas bem sucedidas.

Mas o ato de deixar as atividades para serem realizadas posteriormente, pode causar o efeito “bola de neve” e diversas frustrações.

Procrastinar estrategicamente

De acordo com alguns especialistas, a procrastinação pode ter utilidade sem causar insatisfações.

John Perry, autor de “A Arte da Procrastinação”, afirma que quando paramos de realizar as tarefas menores, acabamos tendo mais tempo para elaborar as maiores.

Um autor e professor chamado Frank Partnoy, também aborda a “paralisação” como uma ajuda, pois com ela, evitamos a perda de tempo em atividades desnecessárias.